Meu Carrinho

Formação Ministro Eucaristia

Category: Cursos

Formação Ministro Eucaristia

Para existir ministério leigo, é preciso que haja sempre um serviço pastoral bem caraterizado, reconhecido pelos Pastores (bispos, padres e diáconos) e exercido em ligação com eles. Não basta ao ministro leigo uma simples delegação, pois a instituição do ministério não é ato meramente jurídico, mas sim ato eclesial no qual intervém a força do Espírito Santo. Isso mostra que o ministério leigo/não-ordenado, só deve ser confiado a quem é capaz de viver e morrer por ele. E a pessoa convocada deve ter aceitação e acolhida pela comunidade, ter dado provas de longa perseverança religiosa, ter sido escolhido com critérios que respondam às necessidades imediatas da comunidade e aos apelos da missão da Igreja. É importante determinar com precisão a área em que o ministro vai atuar, caracterizar o tipo e o objetivo do serviço e determinar o alcance e os limites da responsabilidade nessa tarefa que realiza em ligação com o Pastor. O ministério não pode prejudicar a dimensão familiar ou profissional dos ministros, e se possível incorpore-se a família deles às suas funções.

Clique para Deixar Comentário

Produtos em Destaque

Os mais vendidos